Windows Live Messenger

terça-feira, 28 de agosto de 2012


Globo: o jogo político de uma concessão pública


Do R7
Daniel Castro
Música-chiclete de Avenida Brasil, o hit Eu Quero Tchu, Eu Quero Tcha foi vendido pela própria Globo para a campanha de José Serra (PSDB) à Prefeitura de São Paulo.
A canção, do compositor paraibano Shylton Fernandes e que foi gravada pela dupla João Lucas & Marcelo, continua tocando na novela, apesar de ter gerado jingle com o refrão "Eu Quero Serra, Eu Quero Já". No capítulo de sábado, tocou duas vezes.
O fato de uma música estar em uma novela e em uma campanha política pode gerar uma associação, fortalecendo o candidato.
Nessa lógica, toda vez que o telespectador ouve Eu Quero Tchu, Eu Quero Tcha na novela ele pode pensar em José Serra.
A Globo informa que vai continuar usando a música em Avenida Brasil, embora a novela já esteja usando canções de sua trilha internacional. A faixa integra o CDAvenida Brasil Nacional 2, lançado em junho.
"Usamos trilha com melodias que já existiam independentemente da novela, e o uso fora dela depende dos autores da música", informou a Central Globo de Comunicação.
Ocorre, no entanto, que os direitos de negociação de Eu Quero Tchu, Eu Quero Tcha foram comprados pela Som Livre, braço musical da Globo. Como editora da composição, a Som Livre pode vendê-la para quem quiser, desde que o compositor concorde. A música também foi vendida para a Fiat.
"A Som Livre editou a minha canção e é responsável por fazer o marketing", conta Shylton Fernandes.
Ele criou o hit em setembro de 2011 e o publicou no YouTube. "Quase um ano depois, vi Neymar dançando essa canção na comemoração do centésimo gol do Santos. Foi uma surpresa. Depois, fui até Goiânia e negociei com a dupla João Lucas & Marcelo. Dias depois, recebi  a proposta da Som Livre e estou muito feliz. Eles me informam de tudo e agem corretamente", afirma o compositor.
De acordo com a Som Livre, a iniciativa de usar a música na campanha de Serra partiu da produtora do candidato. Para a Som Livre, o fato de a música estar na novela não beneficia José Serra.
Já a assessoria de imprensa do PSDB limitou-se a dizer que "as negociações foram feitas exclusivamente com a gravadora Som Livre, detentora oficial dos direitos autorais da música".

Nenhum comentário:

Postar um comentário