Windows Live Messenger

segunda-feira, 29 de outubro de 2012


Nosso comentarista viu: não houve agressão a Lewandowski
Enviado por luisnassif, seg, 29/10/2012 - 16:22
Por Marco St.
comentário ao post "Turba que Celso de Mello açula agride Lewandowski"
Essa reportagem é totalmente mentirosa. Por coincidência voto no mesmo local que o ministro e estava lá no mesmo horário. O ambiente estava tranquilo, na parte externa alguns jornalistas foram impedidos de entrar e faziam uma aglomeração na rua. As pessoas que reconheceram o ministro pediam autógrafos e fotos.
Ninguém ofendeu o Ministro. Muito pelo contrário. Aliás se houve alguma ofensa deve ter partido do próprio grupo de jornalistas irritados por não poderem armar o circo dentro da seção eleitoral.
Como de costume, a Folha mentiu.
Os jornalistas não entraram na seção eleitoral, e essa história do mesário é totalmente ficcional. Se eles não entraram não viram o mesário, e se o mesário estava na rua, não era mesário, concordam?
Reportagem estapafúrdia e escrita e editada na redação.
Por  Manoel Pinheiro
Olha Nassif, acho pofundamente impossível um mesário ter cometido tal ação, uma vez que além dos TREs fazerem um trabalho sério, com treinamentos que visam procedimentos e posturas do pessoal que trabalha no dia da eleição, se sabe que todos os convocados que atendem o pedido da justiça eleitoral estão sob a tutela da lei, uma vez que estão exercendo função pública e por coseguinte são, mesmo momentaneamente, caracterizados como agentes públicos, respondendo por seus atos e ações perante a legislação eleitoral, principalmente, e sendo inclusive alcançados pela lei de improbidade. A justiça eleitoral, com toda certeza, não perdoaria uma ação dessas caso fosse cometida por um de seus agentes. Esse tipo de manifestação, ocorre sim, mas não dentro de uma seção eleitoral. Digo e repito, a justiça eleitoral não se calaria diante de um fato desses.

Nenhum comentário:

Postar um comentário