Windows Live Messenger

sábado, 13 de outubro de 2012

Sobre picuinhas jornalísticas
Enviado por luisnassif, sab, 13/10/2012 - 10:20
Da Folha de S. Paulo
Jardineiro da casa de Collor é pago pelo Senado, diz revista
Ele e mais dois assistentes prestam serviço particular ao senador
DE SÃO PAULO
Três funcionários contratados pelo gabinete do senador Fernando Collor (PTB) prestam serviços particulares a ele, de acordo com reportagem publicada pela revista "Época" desta semana.
Segundo a publicação, Acemilton Gonçalves da Silva atua como jardineiro na Casa da Dinda, atual residência de Collor, mas é contratado como assistente parlamentar do senador, com salário de R$ 2.200 mensais pagos pelo Senado.
Silva foi contratado em 2007 por meio de um ato secreto, uma das medidas administrativas do Senado que não eram tornadas públicas.
A Casa da Dinda ficou conhecida em 1992, quando o então presidente enfrentou o processo de impeachment. Os jardins do imóvel foram reformados com verba de contas-fantasmas do tesoureiro de sua campanha, Paulo César Farias, morto em 1996.
Outras duas funcionárias do gabinete, as assistentes parlamentares Carmen Valéria Soares Rocha e Sandra Regina Sasaki, também prestam serviços para Collor, segundo a revista. Elas recebem, de acordo com a publicação, R$ 6.400 mensais.
A reportagem afirma que elas atuam no Centro de Memória do Presidente Fernando Collor, que tem documentos sobre o período em que Collor ocupou a Presidência.
A Folha tentou ontem contato com o senador em seu gabinete, mas ninguém atendeu. À revista sua assessoria informou que "os três servidores desempenham, como assistentes parlamentares, as atividades de apoio que lhe são determinadas".
Em 2009, a Folha mostrou que Collor usava a verba indenizatória para bancar a segurança da Casa da Dinda.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário